25 maio 2018: o dia em que os consumidores vão ganhar o direito a serem esquecidos